Página Inicial > Artigos > Marcelo Bernardo

» Artigos

  • Compartilhe 
  • Marcelo Bernardo
  • O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO (Parte 6)

    13/12/2011

    Olá, Pessoal!

    Espero que tudo esteja muuuito bem!

    Resolução de exercícios e de provas é atividade essencial ao concurseiro que pleiteia a aprovação. Responder a questões sobre os assuntos estudados promove a fixação dos conteúdos, revela que pontos ainda carecem de maior atenção e, no caso do tratamento direto das provas aplicadas nos diversos certames públicos, familiariza o candidato com o perfil singular de cada organizadora. Assim, lançar-se à atividade resolutiva logo após o contato com a teoria deve ser a regra. O lema é estudar muitíssimo, praticar sempre, apreender o máximo possível e, muito mais importante, passar.

    E você, caro concursista (concurseiro, concursando...), vai com todo a certeza ser aprovado. É para ajudá-lo a alcançar esse objetivo, nunca é demais repetir, que nós - do Eu Vou Passar - estamos aqui. Como você segue direitinho nossas recomendações, vai nos acompanhar nessa resolução de algumas questões referentes ao Novo Acordo Ortográfico. As deste artigo foram recolhidas na Gramática para concursos, do professor Marcelo Rosenthal. Como não existe nenhuma indicação quanto à banca de origem delas, somos levados a crer que elas foram elaboradas pelo insigne mestre.

    Tais questões são respectivamente a 29 (pág. 45) e a 48 (pág. 48) dos exercícios relativos à acentuação. Vejamo-las e comentemo-las.

    29) Que vocábulo, de acordo com as novas regras ortográficas, perdeu o acento?

    a) saída

    b) saúva

    c) baú

    d) bocaiúva

    e) saí

     

    O concurseiro devidamente informado sobre as alterações decorrentes do Novo Acordo Ortográfico e que vem acompanhando os artigos publicados aqui no Eu Vou Passar não teria dificuldade alguma de responder a uma questão dessa natureza. Bastava uma olhada panorâmica para saber que a resposta correta é a letra ?d?.

    Os vocábulos presentes nas demais alternativas são acentuados com base na regra do ?i? e do ?u? tônicos do hiato, fazendo sílaba sozinhos ou seguidos de ?s?. Esta regra não foi alvo das modificações vindas do Novo Acordo. Assim, o acento permanece nelas. Já a palavra presente na letra ?d? (bocaiúva) perdeu o sinal diacrítico porque a letra ?u? é antecedida por um ditongo decrescente (ai). Nele o ?a? é vogal ? sempre, aliás ? e o ?i? é semivogal. Dessa forma, o agudo deve ser suprimido.

    48) Que alternativa apresenta vocábulos grafados em consonância com o Novo Acordo Ortográfico?

    a) doem, peras, boléia

    b) apazigue, apazígue, apazígua

    c) averíguem, averiguem, averiguam

    d) crêem, vôo, menestréis

    e) pôde, pôr, intervêm

     

    Na alternativa ?a?, os dois vocábulos iniciais estão enquadrados nas recentes normas instituídas pelo Acordo. De fato, o primeiro não sofreu alteração alguma por conta das regras novas. É um paroxítono terminado em ?em?; portanto, não deve ser acentuado. O segundo perdeu o acento. Antes o recebia por estar enquadrado na regra do acento diferencial das palavras homógrafas. Por sua vez, o último vocábulo não deveria apresentar o acento agudo porque este deixa de ser usado nos ditongos abertos ?ei? e ?oi? das palavras paroxítonas.

    Na letra ?b?, a primeira ocorrência do vocábulo ?apazigue? se encaixa no que determinam as mudanças da língua. O ?u? tônico dos grupos ?gue? e ?gui? perde o acento agudo. Já as palavras ?apazígue? e ?apazígua? incorrem em erro tanto no tocante às regras antigas quanto no tocante às novas. O agudo, conforme a normatização antiga, era usado no ?u? tônico dos grupos mencionados e não no ?i? anterior.  E pela regras novas este sinal deixa de ser empregado em tais casos.

    Na letra ?c?, o registro ?averíguem? também representa um desvio tanto em relação às normas antigas quanto em relação às novas. No tocante às primeiras, tinha seu acento no ?u?, embasado pela regra referida no item acima: a do u tônico dos grupos ?gue? e ?gui?. Após as mudanças, deixa de ter acento. A segunda ocorrência desse vocábulo corresponde à normatização recente, também explicada no item anterior. E a última palavra da alternativa, corretamente grafada, não foi atingida pelas disposições mais novas da língua.

    Na letra ?d?, todas as palavras destoam do que foi estabelecido pelo Novo Acordo Ortográfico. Este prescreve o fim do acento circunflexo no primeiro e ?e? no primeiro ?o? dos hiatos ?ee? e ?oo?, bem como sustenta que as paroxítonas que apresentarem ditongo aberto ?ei? ou ?oi? não serão mais acentuadas.

    Na letra ?e?, todos os vocábulos estão em consonância com as regras atuais. O acento circunflexo em ?pôde? (terceira pessoa do singular do pretérito perfeito do indicativo) e em ?pôr? (verbo), embora justificado pela regra das palavras homógrafas, a qual passou pelas já citadas mudanças pós-acordo, permanece para diferenciá-los da forma pode terceira pessoa do singular do presente do indicativo (pode) e de ?por? (preposição). Já em ?intervêm?, terceira pessoa do plural do presente do indicativo, o acento continua para distingui-la da terceira pessoa do singular: ?intervém?.

    É isso aí, Pessoal!

    Um forte abraço e um ótimo estudo a todos!

    Prof. Marcelo Bernardo

    Prof. Jamesson Marcelino

    marcelobernardo@euvoupassar.com.br
    • Compartilhe 


    Eu Vou Passar® - Copyright 2010. Todos os direitos reservados.

    Eu Vou Passar Comércio de Livros e Materiais Didáticos e Serviços Educacionais Ltda
    Av. Lins Petit, 320 - Salas 403/404 - Boa Vista - Recife - PE - CEP 50.070-230
    CNPJ: 11.292.078/0001-43