A MILHA DE 4 MINUTOS - MOTIVACIONAL

Abel Mangabeira

08/08/2016

A MILHA DE 4 MINUTOS

"Você já ouviu falar da milha de 4 minutos? Atletas e não-atletas de toda parte do mundo tentavam alcançá-la, desde a Grécia Antiga. Os gregos, inclusive colocavam leões atrás de seus corredores para estimulá-los. Pessoas bebiam leite de onça, achando que isso faria com que ficassem mais velozes. Tentaram diversos artifícios, a fim de conseguir a façanha de percorrer uma milha em 4 minutos. Nada adiantou. E então, simplesmente decidiram que era impossível. Que a estrutura óssea humana não estava preparada para tal desafio, que a resistência do ar era muito grande, entre outras justificativas. 

E o mundo acreditou, durante milhares de anos, que era, de fato, uma marca inatingível. Até que Roger Bannister, apenas um homem, provou que atletas, treinadores, médicos e outros milhões que tentaram antes dele e não conseguiram, estavam todos errados. E, assustadoramente, apenas um ano depois que o ?super-homem? quebrou a marca, outros 37 corredores o fizeram. Dois anos depois, mais de 300 atletas conseguiram o mesmo. Ora, os métodos de treinamento não mudaram muita coisa. A estrutura óssea humana não evoluiu significativamente. Foram as atitudes humanas que mudaram.

É a sua atitude mental que determina o quanto você é capaz. Aja com uma atitude mental positiva, definindo seus objetivos e sabendo que, embora difíceis de serem alcançados, não são impossíveis. Tive um grande mestre, que me fez ser aprovado, aos 16 anos de idade, em 5 dos concursos mais difíceis do Brasil. E ele sempre dizia: ?Se você acha que pode, pode. Se você acha que não pode, tem razão?. Na época, meus amigos e familiares diziam ser impossível. Que concurso era armação. Que só passava quem era apadrinhado. E o pior de tudo, sei que diziam isso por gostarem de mim, para evitarem minha possível frustração ao encarar a derrota. E aí entra outra frase célebre de meu mestre: ?A derrota só será uma bebida amarga se você concordar em tragá-la?. Ciente disso, dediquei-me integralmente à tarefa de realizar meu sonho de ser um oficial das forças armadas. Embora aprovado, fui eliminado pelo exame de vista. Foi um grande baque, mas tenho ciência de que o conhecimento que adquiri nessa preparação abriu as portas para todas as minhas posteriores realizações, como indivíduo e como profissional.

Faça a sua parte, sem pensar nos resultados que irá colher. A preparação para concursos é árdua, e nem sempre (na verdade, raramente) vai te dar resultados nos primeiros combates. O importante é nunca desistir. Só isso. Se existe uma fórmula mágica para ser aprovado em um concurso, é essa. Não desistir. Estudar até passar, pois a aprovação é inevitável, e chega no tempo certo de cada pessoa. O seu lema deve ser ?Concurseiro até virar concursado?. Acredite em si, mesmo quando ninguém mais acredita. E, se o fato de ninguém mais acreditar em você te incomoda ou desmotiva, vamos acabar logo com isso: EU ACREDITO EM VOCÊ!"

- Abel Mangabeira (Palestrante, Coach de Concursos e Professor de Matemática, Raciocínio Lógico, Matemática Financeira e Estatística dos principais cursos de RJ, ES, DF, GO, MG e SC. Aprovado em mais de 20 concursos, com duas primeiras colocações).

Compartilhe esse artigo: